sexta-feira, 19 de outubro de 2012

SImple Plan concede entrevista ao O Globo

Várias entrevistas vão aparecendo nesta visita do Simple Plan no Brasil, mesmo com a agenda muito apertada, a banda sempre encontra tempo para poder compartilhar a felicidade que é estar em nosso país e também falar um pouco sobre os fãs do Brasil e muito mais! Desta vez o jornal carioca O Globo fez um entrevista por telefone com Pierre, muito interessante e cheia de novidades! Confira a entrevista na íntegra, abaixo:
O cantor Pierre Bouvier, do Simple Plan, já até perdeu a conta de quantas vezes veio ao Brasil.
“Umas seis, sete ou oito vezes” chuta ele, por telefone.
Apesar disso, a empolgação é grande para trazer a turnê do disco mais recente, “Get your heart on!”, pela primeira vez ao Rio. A banda de rock faz show nesta quarta-feira (17), no Citibank Hall, no Rio; e, no dia seguinte, toca em São Paulo, no Credicard Hall. Apesar dos 10 anos de estrada da banda canadense, Pierre garante que o Simple Plan ainda tem o mesmo gás:
“Ficamos mais velhos e nossa vida pessoal mudou, mas como banda ainda somos os mesmos. Só queremos continuar fazendo turnês e boas músicas”.
O vocalista também conta que a banda planeja comemorar a primeira década de vida em grande estilo: com uma biografia, um DVD e um álbum especial, com músicas antigas que nunca foram gravadas. Confira o bate-papo completo com Pierre Bouvier.
Como serão os shows no Brasil?
Vamos tocar muitas músicas do novo álbum, que saiu ano passado e todos os hits dos álbuns antigos, então esperamos nos divertir e ouvir os fãs brasileiros loucos gritarem.
O que faz vocês voltarem tantas vezes ao Brasil?
É um lugar incrível. Já estive no Rio de férias também. Adoro as praias, que são lindas, e a vibe das pessoas é ótima, muito amigável e tranquila.
Lembra de alguma loucura que algum fã brasileiro já fez?
É sempre a mesma loucura: as pessoas gritando muito na porta do nosso hotel, nos shows, e alguns paparazzi nos seguindo.

Vocês parecem sempre se divertir muito no estúdio de gravação e também no palco… Há algum momento em que ficam sérios?
É muito importante ver as coisas por um lado positivo e engraçado, mas claro que temos que ter seriedade em alguns momentos. Também conseguimos ser esse tipo de banda, quando precisamos tomar decisões. Mas é sempre importante achar um tempo para zoar com os amigos e relaxar. É essa capacidade que temos de fazer as duas coisas que nos mantêm juntos há tanto tempo.
É disso que queremos falar agora. O Simple Plan está junto há 10 anos. Vocês ainda curtem passar tempo juntos?
Sim! Nós ainda nos divertimos. Já fizemos muitas turnês juntos, conquistamos muitas coisas, passamos por altos e baixos e, como amigos, nós sempre apoiamos uns aos outros. Nos vemos como uma família.
Vocês mudaram muito?
Na verdade não! Ficamos mais velhos e nossa vida pessoal mudou, mas como banda ainda somos os mesmos. Só queremos continuar fazendo turnês e boas músicas. Amadurecemos com o tempo, mas acho que conseguimos nos manter os mesmos como uma banda.
O Simple Plan ainda tem uma conexão forte com os adolescentes. Como vocês conseguem isso?
Não entendo bem o porquê. Talvez seja o nosso som, que é pop punk. Eu ouço esse tipo de música desde adolescente e não parei de ouvir quando cresci. Então eles devem ser que nem eu. É incrível poder manter nossos fãs antigos e encontrar novos.
Vocês estão escrevendo um livro de memórias, certo?
Sim, será um livro de fotos e também uma biografia. Vai sair no fim do ano e vai conter toda a história da banda, desde o começo: de onde viemos, como chegamos aonde estamos, cada álbum, cada turnê… E muitas fotos!
Haverá mais alguma celebração pelos 10 anos do Simple Plan?
Vamos gravar um DVD no ano que vem, que terá uma retrospectiva do grupo, com filmagens ao vivo. Também vai sair, no ano que vem, um CD com cinco ou seis músicas inéditas que nunca gravamos.
Já existem planos para um novo álbum completo, depois deste comemorativo?
Sim, já estamos pensando nisso, mas queremos fazê-lo com calma, então só vamos começar a nos dedicar a ele no ano que vem.
Em “Get you heart on!” há muitas colaborações bacanas, como as do rapper K’naan e da cantora Natasha Bendignfield. Vocês pretendem fazer o mesmo no próximo disco?
Adoraríamos, é só uma questão de timing com outros artistas e de planejar.
Com qual artista vocês amariam trabalhar junto, tipo um sonho de consumo?
A Pink. Ela é uma ótima cantora e tem uma personalidade incrível.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário