sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Taylor Swift a mais nova queridinha da América !

Talvez o título não pudesse ser mais clichê, mas até o final do texto vocês irão perceber que ele foi bem empregado e deverão concordar comigo. Taylor Swift foi de promessa country à super estrela pop de uma forma tão sutil, que eu aposto que nem mesmo você percebeu. Suas músicas românticas e de letras adolescentes conquistaram milhões de fãs nos Estados Unidos e ao redor do mundo, e é sobre ela que vamos falar desta vez.


De certa forma, o fenômeno que ocorre com a ascensão de Taylor nos charts, batendo recordes e quebrando as fronteiras do preconceito musical e até mesmo de idade, não é algo inédito, e se você tiver um pouco mais de 15 anos, deve saber do que, ou melhor, de quem eu estou falando. Veja bem, quando foi a última vez que você viu uma mocinha com cara de anjo conquistar uma nação inteira com suas canções e sua meiguice? Quando foi que você viu uma garota com pouquíssimo tempo desde o inicio de sua carreira musical e que conseguiu números incríveis que talvez alguns artistas trabalhem durante a vida inteira e jamais irão conseguir? Eis a sua resposta:


Muito antes de ter seu título na "majestade do pop" ser contestado a cada semana, por cada cantora que está no auge de seu primeiro hit, Britney Spears não possuía a alcunha de Princesa do Pop porque as pessoas achavam o nome bonito. A jovem dominava e tinha os EUA (principalmente as adolescentes) na palma de suas mãos com cada canção que lançava, com cada novo CD. E pelo visto, com Swift, a história começa a se repetir. Claro que a diferença de estilo, musical e pessoal, e até o período quando tudo aconteceu, a tornam bastante diferentes, porém, quanto a isso não se pode contestar.

Taylor deixou de ser uma promessa há muito tempo, para se tornar uma hitmaker das boas. Seja compondo canções sobre suas desilusões e sobre superação de seus vários relacionamentos amorosos, a voz e violão, ou se aventurando em experiências musicais bastante atípicas para alguém do seu estilo, como compor canções pessoais com a ajuda de estranhos e se envolver com dubstep, ela conseguiu fazer com que tudo que toque vire ouro. Afinal de contas, qual outro artista que você conhece consegue emplacar faixas bônus quase que um ano após o lançamento de um CD e por singles promocionais no top 5 americano, apenas com os downloads, quando tem gente que performa seus singles oficiais até em parquinho de diversões e não consegue um mísero top 50?!


Taylor Swift, com apenas 4 álbuns lançados, conseguiu feitos incríveis e já nem pode ser chamada de sensação do momento, porque seu "momento" já está durando bastante tempo. Voltando as comparações, que apesar de um tanto exóticas, caem como uma luva na ocasião, a interprete de "Mean" e a jurada do 'The X-Factor USA', como já havia mencionado, percorrem o mesmo caminhos, só que de formas diferentes. Enquanto Spears, por exemplo, pegou todos de surpresa com seu amadurecimento e rompeu com a imagem "menina/moça" de uma forma brusca e chocante, Swift preferiu ir passo a passo, mostrando ao que veio e como não é tão "sem sal", como muitos dizem por aí.


Bem, como eu disse, o título do texto não foi escolhido por mero acaso. Taylor é nova pois é relativamente recente na batalha dos grandes charts. É a queridinha dos Estados Unidos, pois, como também já foi dito, ela no país é tão conhecida e aclamada quantos os grandes nomes da música. E a grande barreira de Taylor é exatamente esta, ser uma artista regional (refiro-me aos EUA). Porém, parece que a questão já teve sua solução providenciada. A cantora conseguiu sair de sua "zona de conforto", como ela mesmo diz, e se aventurar em outras sonoridades, mas é claro, sempre mantendo as raízes no seu bom e velho country. A realidade é que a dominação de Taylor Swift é algo que não deve ser ignorado, e ela já está se tornando uma pedra no sapato de muita gente.



http://www.staypop.net/noticias/2012/10/extra-taylor-swift-a-nova-queridinha-dos-estados-unidos-2.html

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário