terça-feira, 18 de setembro de 2012

'O Grito' de Munch será exibido durante seis meses no MoMa de Nova York !





NOVA YORK — A versão de "O grito" do pintor norueguês Edvard Munch, leiloada em maio passado pelo valor recorde de 119,9 milhões de dólares, será exibida no Museu de Arte Moderna (MoMA) de Nova York durante seis meses a partir de 24 de outubro, indicou nesta terça-feira essa instituição.
A obra foi emprestada ao MoMA por seu comprador, que não teve a identidade revelada. Segundo algumas fontes, trata-se do empresário americano Leon Black.
Esta versão de "O grito", realizada en 1895, representa um homem que grita segurando a cabeça com um céu avermelhado ao fundo, e é o único dos quatro exemplares da obra ainda em mãos de um particular.
Entre 1893 e 1910, o pintor expressionista Edvard Munch (1863-1944) elaborou quatro versões de "O grito", que se tornou, com o passar do tempo, um símbolo da angústia universal.
Uma três versões restantes da obra pertence à Galeria Nacional de Oslo e duas estão no Museu Munch, também em Oslo.
A segurança do MoMA será reforçada durante a exposição devido aos dois roubos de versões da pintura nos últimos quinze anos em museus da Noruega.
Em 1994, uma versão de "O Grito" foi roubada da Galeria Nacional de Oslo e recuperada pouco depois pela polícia.
Em agosto de 2004, outra versão foi roubada em plena luz do dia por homens armados no Museu Munch de Oslo. A pintura foi recuperada em 2006.

Fonte:Google News

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário